Depressão e Ansiedade Afetam a Tireoide

Depressão e ansiedade afetam a tireoide

A depressão e ansiedade afetam a tireoide muito mais que as pessoas imaginam. Os motivos não são por acaso, já que a saúde emocional está entre as principais causas de graves problemas que afetam o estado físico, incluindo as alterações hormonais referentes à tireoide. Para saber tudo sobre esse assunto, confira nosso artigo.

Como a depressão e ansiedade afetam a tireoide?

Para entender como a depressão e ansiedade afetam a tireoide é preciso ter claro que nosso estado emocional exerce influência direta no organismo, já que as emoções negativas podem acarretar desequilíbrios hormonais responsáveis por provocarem doenças físicas.

Além desse fator, o quadro de depressão e ansiedade afetam a tireoide em virtude dos medicamentos prescritos pelos médicos para o tratamento desses problemas. Os remédios ansiolíticos recomendados para tratar a depressão e ansiedade causam o chamado efeito goitrogênico, que prejudica o funcionamento da tireoide.

Depressão x hipotireoidismo

A depressão e ansiedade afetam a tireoide de maneiras diferentes. O hipotireoidismo, doença caracterizada pela baixa produção dos hormônios da tireoide (T3 e T4) pode ser provocada ou agravada por quadros depressivos. Esse é o motivo pelo qual a maioria das pessoas diagnosticadas com hipotireoidismo também apresenta diversos sintomas associados à depressão.

Além de a depressão aumentar os riscos de hipotireoidismo, quando ocorre a baixa produção dos hormônios da tireoide, automaticamente é aumentado o risco de as pessoas sofrerem de depressão em virtude da baixa na produção hormonal.

Por esse motivo, todos os pacientes que sofrem com depressão devem fazer exames da tireoide e todos os pacientes diagnosticados com problemas na tireoide, especialmente nos casos de hipotireoidismo e hipertireoidismo devem ter acompanhamento psicológico para avaliar causas mais profundas do problema de como a depressão e ansiedade afetam a tireoide.

Ansiedade x hipertireoidismo

Analisando outro aspecto de como a depressão e ansiedade afetam a tireoide diz respeito ao hipertireoidismo, que ocorre quando a tireoide produz uma quantidade excessiva de hormônios. Pessoas que sofrem constantemente de ansiedade tendem a apresentar quadros de hipertireoidismo devido aos distúrbios que afetam o sistema endócrino, incluindo a glândula tireoide.

Da mesma forma, um dos principais sintomas do hipertireoidismo é a ansiedade, agitação, nervosismo e constantes mudanças de humor. Assim como no caso da depressão e hipotireoidismo, o hipertireoidismo e ansiedade possuem uma relação de mão dupla.

Quais os sintomas do hipotireoidismo e da depressão?

Para ver como a depressão e ansiedade afetam a tireoide, é necessário estar atento aos sintomas do hipotireoidismo e depressão (já que são problemas diferentes).

Sintomas do hipotireoidismo

  • Constante sensação de cansaço (inclusive logo ao acordar);
  • Sonolência;
  • Falta de disposição para as atividades do dia a dia (incluindo exercícios físicos);
  • Dores e desconfortos musculares;
  • Intestino lento (prisão de ventre, dificuldades para evacuar, constipações etc.);
  • Retenção de líquido (inchaço corporal);
  • Quadros depressivos;
  • Ritmo cardíaco lento;
  • Mudanças constantes no ciclo menstrual;
  • Redução do desejo sexual;
  • Pele com aspecto ressecado;
  • Queda capilar;
  • Maior sensibilidade ao frio;
  • Crescimento lento (crianças);
  • Puberdade atrasada (adolescentes);
  • Fraqueza muscular;
  • Afinamento das sobrancelhas externas;
  • Aumento dos níveis de colesterol ruim (LDL);
  • Palidez;
  • Aumento de peso.

Sintomas da depressão

  • Ganho ou perda de peso;
  • Dificuldades de concentração;
  • Dificuldades de memória;
  • Fome excessiva ou falta de apetite;
  • Sonolência ou crises de insônia;
  • Constante vontade de chorar;
  • Sensação de pensamentos distantes;
  • Desânimo e apatia constante;
  • Alterações de humor;
  • Isolamento social;
  • Aumento do consumo de bebidas alcoólicas.

Pessoas que sofrem os sintomas de hipotireoidismo ou depressão sempre devem buscar orientação médica especializada, já que é mais que comprovado que quadros de depressão e ansiedade afetam a tireoide de forma direta.

Quais os sintomas do hipertireoidismo e da ansiedade?

Entender como a depressão e ansiedade afetam a tireoide também requer prestar atenção nos sintomas do hipertireoidismo e da ansiedade crônica, pois também consistem em problemas diferentes que requerem tratamento específico.

Sintomas do hipertireoidismo

  • Perda significativa de peso sem causa aparente;
  • Ansiedade frequente;
  • Irregularidades no ciclo menstrual;
  • Diarreia;
  • Fraqueza nos músculos;
  • Ondas de calor;
  • Tremores (principalmente nas mãos);
  • Queda de cabelo;
  • Fome constante;
  • Transpiração excessiva;
  • Dificuldades para dormir (insônia);
  • Ritmo cardíaco acelerado;
  • Irritabilidade;
  • Hiperatividade;
  • Alterações de humor;
  • Nervosismo;
  • Olhos inchados;
  • Protusão anormal dos olhos.

Sintomas da ansiedade crônica

Quando a ansiedade atinge níveis crônicos, ou seja, quando ela ultrapassa os limites do normal, o corpo (e a mente) manifestam uma série de sintomas que precisam ser observados com atenção, o que demonstra mais ainda como a depressão e ansiedade afetam a tireoide:

  • Dores de cabeça;
  • Boca seca;
  • Palpitações e sensação de aperto ou peso no peito;
  • Falta de ar;
  • Náuseas;
  • Tremores;
  • Crises de pânico;
  • Baixa concentração;
  • Pensamentos confusos;
  • Insônia;
  • Dores nas costas;
  • Tontura;
  • Transpiração excessiva;
  • Irritabilidade;
  • Preocupação excessiva.

Os sintomas da ansiedade crônica também podem ser confundidos com doenças cardíacas ou respiratórias. Por isso, todos eles necessitam de atenção e acompanhamento médico. Antes de chegar ao diagnóstico de ansiedade, os médicos geralmente realizam uma série de exames para descartar a existência de doenças cardíacas, respiratórias e também relacionadas à tireoide.

Como já vimos, os quadros de depressão e ansiedade afetam a tireoide pois interferem no equilíbrio hormonal do organismo como um todo.

Tratamentos para depressão e ansiedade

Depressão e ansiedade afetam a tireoide

Além de saber como a depressão e ansiedade afetam a tireoide, é necessário ver quais são os tratamentos complementares recomendados além do uso de medicamentos.

Alimentação adequada

Para amenizar a relação de como a depressão e ansiedade afetam a tireoide e também auxiliar no tratamento de problemas na tireoide, tudo começa por adotar uma alimentação de acordo com o quadro apresentado pelo paciente. De forma geral, o indicado é priorizar o consumo de alimentos orgânicos e ter um cardápio formado por 70% de alimentos vegetais (verduras, frutas e legumes). Ricos em vitaminas e minerais, eles consistem nas melhores fontes de substâncias benéficas para a saúde.

Técnicas de respiração

Principalmente para tratar as causas de como a depressão e ansiedade afetam a tireoide, uma das melhores alternativas de tratamento complementar é aprender técnicas de respiração específicas para aliviar os sintomas da ansiedade e oxigenar o organismo. Essas técnicas podem ser aprendidas em aulas de yoga nas quais, além de aprender a lidar com os principais sintomas da ansiedade é possível combater também a depressão por meio de exercícios que estimulam o bem-estar físico e mental.

Depois de saber sobre como a depressão e ansiedade afetam a tireoide, confira nossos demais conteúdos para manter a saúde dessa glândula, tanto nos casos de hipotireoidismo quanto de hipertireoidismo.

Imagens: oimparcial.com.br / adailtonsoares.com.br