Clonazepam e Diazepam para hipotireoideanos Riscos para a Saúde

Clonazepam e Diazepam para hipotireoideanos

Clonazepam e Diazepam para hipotireoideanos não é uma boa combinação, já que esses dois medicamentos prejudicam a saúde da tireoide. Confira nosso artigo e veja todos os detalhes quanto aos riscos desses medicamentos para a saúde e principalmente como evitá-los.

Clonazepam e Diazepam para hipotireoideanos – o que são?

Para entendermos os riscos do Clonazepam e Diazepam para hipotireoideanos, precisamos saber do que se tratam exatamente esses medicamentos e para que eles são indicados.

Tanto o Clonazepam quanto o Diazepam são medicamentos que pertencem ao grupo de ansiolíticos, sendo indicados para o tratamento de quadros depressivos e de ansiedade crônica. Esses remédios, que recebem o nome comercial de Rivotril e Valium são compostos principalmente por benzodiazepinas.

As benzodiazepinas, por sua vez, quando consumidas de forma prolongada, podem provocar ou agravar problemas relacionados à tireoide, sobretudo no que diz respeito ao hipotireoidismo. É exatamente por isso que os riscos do Clonazepam e Diazepam para hipotireoideanos é alto.

Por que o Clonazepam e Diazepam faz mal para a tireoide?

Os riscos do Clonazepam e Diazepam para hipotireoideanos são causados devido ao efeito goitrogênico desses medicamentos. Esse efeito consiste na redução da resposta do TRH ao TSH (hormônio estimulante da tireoide), reduzindo os níveis de hormônio da tireoide circulante.

Tudo isso significa que o uso contínuo desses medicamentos prejudica a produção dos hormônios tireoidianos e agrava o quadro de hipotireoidismo. Além disso, o consumo frequente desses medicamentos pode ser considerado um dos fatores desencadeadores do problema.

O que fazer nesses casos?

Pacientes diagnosticados com hipotireoidismo e que necessitam fazer tratamento para quadros de ansiedade ou depressão precisam informar essa condição ao médico e verificar a possibilidade de ingerir outros tipos de medicamentos que não prejudiquem a saúde da tireoide. Esse cuidado é fundamental para inibir os riscos quanto ao Clonazepam e Diazepam para hipotireoideanos.

Nos casos de pessoas que já utilizam Clonazepam ou Diazepam e são diagnosticadas com problemas na tireoide, os especialistas recomendam que esses remédios não devem se retirados de uma vez em virtude dos possíveis efeitos colaterais.

Alternativas ao Clonazepam e Diazepam para hipotireoideanos

Clonazepam e Diazepam para hipotireoideanos

Além de verificar com o médico sobre o uso de outros medicamentos além do Clonazepam e Diazepam para tratamento da ansiedade e depressão, é preciso pensar em um tratamento mais profundo com relação às causas do problema.

Na sequência, vamos ver uma série de tratamentos complementares que não envolvem uso de medicamentos e funcionam como apoio para reduzir a dosagem de remédios ou até mesmo, com autorização médica, eliminá-los. Vamos ver quais são essas alternativas de tratamento:

Terapia com psicólogo

O tratamento mais recomendado para pessoas que sofrem com depressão, ansiedade crônica e demais doenças relacionadas ao emocional é fazer terapia com um psicólogo. Isso evita os riscos do Clonazepam e Diazepam para hipotireoideanos.

O motivo é que durante as sessões são identificadas e trabalhadas as causas do problema, fazendo com que, aos poucos, o paciente consiga reduzir a quantidade de medicamentos (com autorização médica) ou até mesmo eliminar a necessidade quanto ao uso de remédios para depressão e/ou ansiedade.

Reiki

Para evitar os efeitos do Clonazepam e Diazepam para hipotireoideanos, um dos tratamentos recomendados é o Reiki, que consiste em uma técnica da medicina oriental aplicada há milênios.

O objetivo das sessões de Reiki é equilibrar os centros de força do corpo, chamados de chakras. Quando ocorre esse equilíbrio, naturalmente a saúde física e emocional é beneficiada, o que traz grande alívio aos sintomas depressivos, de ansiedade, estresse, irritação etc.

Vale ressaltar que esse equilíbrio nos centros de força também favorece a saúde hormonal, o que contribui para o bom funcionamento da tireoide e ajuda na eliminação dos riscos do Clonazepam e Diazepam para hipotireoideanos.

Aromaterapia

A aromaterapia consiste em outro tratamento complementar indicado para quem sofre de depressão e ansiedade, agindo na prevenção dos efeitos do Clonazepam e Diazepam para hipotireoideanos. Durante as sessões de aromaterapia são usados determinados tipos de óleos essenciais que proporcionam o relaxamento físico e mental. Essas sessões envolvem realização de massagens, banhos aromáticos ou simplesmente inalar determinados aromas.

Entre as essências mais indicadas para quem sofre de estresse, ansiedade e depressão, estão:

  • Laranja
  • Tangerina
  • Gerânio
  • Alecrim
  • Menta
  • Sálvia
  • Alfazema
  • Nardo
  • Bergamota
  • Patchouli

Yoga com meditação

Para prevenir os efeitos do Clonazepam e Diazepam para hipotireoideanos as sessões de yoga com meditação consistem na combinação perfeita para combater as causas da depressão, estresse e ansiedade no dia a dia.

Além dos exercícios de respiração e meditação, que promovem uma limpeza da mente, durante as aulas de yoga são ensinadas práticas para o fortalecimento e aumento da flexibilidade muscular. Isso motiva as pessoas para terem uma atividade física regular, o que ajuda ainda mais no tratamento de doenças com causas emocionais.

Alimentação específica

Em muitos casos, os quadros depressivos podem ser provocados pela falta de determinados minerais e vitaminas no organismo. Por isso, pessoas que sofrem de depressão e ansiedade necessitam ter cuidado redobrado com a alimentação.

Uma das dicas é ter um cardápio diário composto por 70% de vegetais (legumes, frutas e verduras). Esses itens fornecem uma grande variedade de nutrientes que melhora a saúde como um todo e evita carências nutricionais associadas ao diagnóstico de depressão.

Outra dica é priorizar o consumo de alimentos orgânicos, disponíveis na maioria das vezes em feiras livres e de pequenos produtores. Esses alimentos não possuem qualquer tipo de agrotóxico, o que contribui para um corpo mais saudável e disposto. Essas simples dicas de alimentação previnem os ricos do Clonazepam e Diazepam para hipotireoideanos.

Alimentos mais indicados para quem sofre de depressão:

  • Maçã
  • Morango
  • Laranja
  • Manjericão
  • Óleo de coco
  • Azeite de oliva extravirgem
  • Banana
  • Cúrcuma (açafrão-da-terra)
  • Mamão
  • Abacate
  • Tangerina
  • Limão
  • Melancia
  • Iogurte natural
  • Kefir
  • Amêndoas
  • Castanha-do-pará
  • Nozes
  • Ovos
  • Mel
  • Aveia
  • Agrião
  • Tomilho
  • Alface
  • Rúcula
  • Almeirão

Para quem sofre com ansiedade e dificuldades para dormir, para evitar os efeitos do Clonazepam e Diazepam para hipotireoideanos uma dica é ingerir chás relaxantes cerca de 30 minutos antes de dormir. Os chás mais recomendados são:

  • Camomila
  • Capim-cidreira
  • Erva-doce
  • Valeriana
  • Anis estrelado

Suplementação

Outra forma de evitar os riscos do Clonazepam e Diazepam para hipotireoideanos é consumir suplementos vitamínicos e minerais (com autorização médica). O motivo é que nem sempre o organismo consegue absorver os níveis adequados desses nutrientes por meio da alimentação.

Depois de saber os riscos do Clonazepam e Diazepam para hipotireoideanos, agora confira nossos demais conteúdos sobre a saúde da tireoide, principalmente no que diz respeito ao hipotireoidismo.

Imagens: boaformaesaude.com.br / metropoles.com